Bem Vindos!

Photobucket



Olá ! Bem vindos à página blog Spice Girls Fans.

Eu sou Ana Paula Felix Sandim ( também conhecida como ANA SPICE GIRL ), uma fã das Spice Girls desde 1996. Junto com minha amiga e fã desde 1996 também, Lea Soraia ( também conhecida como Lea Chisholm ) e meu amigo e fã Alex Castro, o tempero da vida será levado até você por nós aqui este incrível blog: SPICE GIRLS FANS BLOG. Temos muito orgulho de nosso trabalho!What are u waiting for? C´mon!


Divirtam-se!


WELCOME TO THE BLOG!

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Melanie C conta sobre sua temporada no Blood Brothers!

Como é ser a nova queridinha dos palcos? Será que rola musical das Spice Girls? Melanie C conta TUDO!

Depois de tanto tempo, você pode pensar que o musical britânico “Blood Brothers” perdeu a capacidade de surpreender o público, o que é mentira já que no Phoenix Theatre, a Spice Girl Melanie C se tornou a nova senhora Johnstone, a mãe dos personagens principais. Sporty acaba de ganhar uma avaliação (muito bem merecida) de cinco estrelas por sua atuação marcante. Sem parecer uma diva e agora mãe da pequena Scarlet (cujo papai é Thomas Starr), Melanie foi entrevistada pela Broadway.com nos bastidores da peça. A cantora de 35 anos, nascida em Liverpool, discute sua nova fase como estrela do West End. A entrevista é de Matt Wolf. CONFIRA:

Parabéns pelas ótimas críticas. Achamos fantástico você ter recebido bem as críticas, estando num musical tão antigo – Já que substitutos nunca enfrentam as críticas.

Obrigada! É parte da diversão. Tem uma coisa sobre críticas: se elas são boas, você acredita nelas, se são ruins então não valem muito. No fim do dia, eu me torno a crítica mais dura. Se acho que faço um bom trabalho, fico feliz. Do contrário, preciso trabalhar. Para falar a verdade, é muito bom ter sido bem recebida, sério.

Eu vi um sessão às 16:00hs num sábado que terminou pelas 18:45hs, e você tinha outra sessão uma hora depois. Quando você come?

Essa é interessante porque eu estou no palco nos primeiros 34 minutos, mas quem liga né? [Risos.] Alimentação é necessária para manter a energia, mas não se deve exagerar porque você não gostaria de se sentir pesada. A adrenalina acaba não deixando você comer demais.

O que você faz durante o intervalo?

Me preparo para a próxima sessão. Eu vou para os bastidores, cuido do cabelo e como algo muito rápido e depois vem a maquiagem e eu volto pro batente.

Você contratou agentes ou empresários para cuidar dessa nova carreira?

Não, eu me viro sozinha. Estava trabalhando muito pouco antes de dar a luz. Não sabia como seria então não me pressionei. Pensei “Se eu não quiser trabalhar mais, então tanto faz” e senti que eu queria porque amo trabalhar. Os primeiros meses de Scarlet me deixaram em casa. Quando ela fez cinco meses, eu fiquei louca para fazer algo e surgiu a oportunidade do West End – eu adoraria ir para a Broadway também, é um sonho. Sempre quis fazer algo assim, mas não houve tempo na minha carreira e agora eu só tenho minha filhinha. Trabalhar e viver em Londres é demais. É ótimo voltar a trabalhar. Depois do parto, me sinto mais corajosa.

A rotina de oito vezes por semana: é difícil para qualquer um. Você perdeu alguma apresentação?

Faltei em uma. Era aquela época em que o elenco tem muita gente e o show continua maluco. Eu estava fazendo as apresentações de quinta e minha garganta estava mal e meu instinto foi tirar um descanso porque sei como é, tenho experiência. Foi o melhor e funcionou!

É verdade que você é a primeira garota de Liverpool a interpretar essa personagem? Houve muitas Johnstones durante os anos! Isso parece impossível!

é maluco! Não preciso forçar o sotaque. É ótimo porque é tudo natural e o dialeto não me assusta. O script é lindo e não há o que se fazer: funciona.

Tem alguma verdade nessa história dramatica sobre Liverpool?

É muito real, mas é uma peça muito dramática. Claro que não poderia falar de algo que não vivi na minha infância. Mas, é muito mais dramatizado.

O problema de classes que o show mostra tira a ideia de que a Inglaterra é um sociedade igual. O que você acha?

Acho que todos nos importamos muito com classe nesse país. Sempre fomos assim e é o país todo, não é só o norte ou Liverpool. O país todo!

Então, qual é a esperança da Senhora Johnstone?

Ela é incrível. Ela arrasa sempre, mas sempre que se dá mal, acaba levando daquele jeito por conta do amor dela pelos filhos. Ela tem muita esperança e é positiva. Ela tem sete crianças – oito no final, com a chegada de Mickey. Ela sempre faz o melhor pelos filhos, que são suas aspirações. Ela sempre vem por último.

Deve ser incrível fazer o mesmo papel oito vezes por semana, ainda mais para uma nova mãe. Parece ser o último papel que você escolheria.

Na verdade só me trouxe benefícios porque posso transmitir diversas emoções. Agora sei como é amar um filho, as emoções tornaram-se reais.

Você viu Mel B (Scary Spice) no musical Rent? Vocês trocam experiências?

Sim, nós conversamos sobre tudo. Acho que ela ficou por quatro meses na Broadway e me disse “Uau, você vai ficar seis meses!” E não acho que ela fazia tantos shows por semana. Mas eu a vi em Nova York e ela estava demais. Aqui é demais: a Geri (Halliwell, Ginger Spice) veio na noite passada e a Emma (Bunton, Baby Spice) veio na estreia. É engraçado porque eu as conheço muito bem como amigas e cantoras e elas me conhecem muito bem, então pedi para que se esquecessem que era eu no palco – Elas mesmas aceitaram essa ideia. Eu levei isso como o maior elogio. Victoria e David (Beckham) ainda não apareceram, mas a mãe de Victoria já veio!

Você acha que sua participação será extendida até Abril?

Eu amo estar fazendo algo diferente, de verdade, mas sinto falta da minha carreira musical. Assim como amo estar no palco, sinto falta de ser Melanie C. É engraçado: Eu fiz turnê no mundo todo e confesso que o West End é o único lugar em que me senti em casa. Isso faz muita diferença. Mesmo assim, quando você faz turnê, você viaja muito então não tem shows todas as noites. Os dois lados são diferentes. Atores e pessoas que trabalham no teatro, trabalham demais. Fiquei chocada com o esforço.

Fale-nos sobre o musical das Spice Girls:

Tem inúmeros rumores de que vai haver um musical, o que é algo que nós realmente conversamos – falamos do quão legal seria e divertido e como queremos rever nossas músicas sendo cantadas ao vivo – mas realmente não tem nenhum plano. É algo que pode acontecer no futuro. As pessoas perguntam se vamos voltar: Eu adoraria ter a chance de trabalhar com as meninas de novo. Sempre fui contra, mas mudei quando fizemos a turnê de retorno. Eu me diverti muito e faria de novo. Mas, no momento, não tem plano nenhum.

Você sente falta de ser uma diva? Seu figurino é bem modesto para uma celebridade como você?

Não mesmo, eu gosto de sujar as mãos. Claro que eu gosto de ser bem tratada, todos nós. Mas tem tanta gente no elenco, que eu prefiro ser tratada do jeito que sou.

Fonte: Broadway Buzz

Créditos: Viva Spice Girls .

Nenhum comentário:

Diga Viva Spice Girls! Spice Girls: O tempero da vida! Twitter Oficial: http://twitter.com/EmmaBunton Tudo sobre a Mel B: Site Always Melanie B. Twitter Oficial: http://twitter.com/melaniecmusic O site Vagalume é parceiro do site Victoria Beckham Brasil. Parabéns do blog ao site!

SPICE GIRLS REUNITED.

SPICE GIRLS REUNITED.
Um blog em inglês sobre as garotas. A blog in English about the girls.

RÁDIO EBORG.

RÁDIO EBORG.
Muito Spice Girls em nossas vidas.Começará dia 31/10/09.BOA SORTE!